Leiam o texto ouvindo: Don't Wanna Know - Maroon 5
É bem provável que quando esse post for ao ar, já vai ser novembro. Mas, todo início de mês faço um balanço do mês que acabou. Balanço de tudo, trabalho, amizades, amores. Vejo o que preciso melhorar, mudar ou manter como está. Nunca escrevi isso porque são coisas muito pessoais, e não vejo necessidade de divulgar ou publicar. Mas, é que tem mês que é mais difícil e longo. Aconteceram muitas coisas boas, mas ruins também. Quando digo ruins, não é que foi das piores coisas que já aconteceram, mas que talvez tenha durado mais tempo, tenha sido uma dor mais intensa, entende? E olha que, a cada coisa ruim que acontece, estou tentando ver o lado bom. Prefiro assim, trabalho isso todos os dias. Acho que tudo nessa vida é aprendizado, sei que é clichê, mas é fato.

Sobre amizade, amores, colegas de trabalho e pessoas que convivo no dia a dia. Percebi que o ser humano está cada dia mais egoísta. Elas conseguem nos machucar e ainda jogam a culpa em nós. Isso é meio louco, mas sei que muitas de vocês sabem do que estou falando. O ser humano me surpreende cada dia mais por sua ignorância, intolerância e crueldade. É triste, mas é real. Esse mês, bateu recorde de pessoas que me machucaram. Não espera que outubro fosse ser tão cruel. O mês acabou e é isso que importa. 

Hoje, deixo tudo lá, em outubro. As tristezas, sofrimentos, sentimentos e pensamentos ruins que me atormentaram nesse mês que acaba daqui a exatamente uma hora. Quero afastar de tudo que me fez mal, comecei fazendo uma limpeza, na alma, na cabeça, no coração e no Facebook. E quero trabalhar essas mudanças o tempo todo nesse novo mês. Quero me transformar em uma nova pessoa. Quero me dedicar mais aos meus sonhos, quero focar em todos os objetivos. Quero perto de mim somente pessoas que me fazem bem, que não sugam minha energia. Porque vou te falar, esse mês só tiveram pessoas que me consumiram de uma forma que me deixaram exausta. Coisa que raramente, quem me conhece me vê. É surpreendente como tem pessoas que nos fazem mal a ponto de deixar a gente com uma baixa estima que é difícil de controlar. Tive dias nesse mês de jogar tudo para o ar. Desistir do blog, dos sonhos, da vida. Mas, sei que isso foi um dia só, algumas horas e que nunca mais vai acontecer. Sabe porquê? Porque a vida é tão maravilhosa, que não tem nada e nem ninguém que possa fazer eu desistir disso tudo. Eu tenho uma família incrível, poucas amizades, mas que são fieis e estão comigo sempre e o mais importante, um Deus que está comigo, e que agradeço todos os dias por tudo que sou e tenho. Mesmo estando desempregada, sem grana, eu estou muito agradecida, por que Deus tem me mostrado tantas coisas, que só Ele e mais ninguém conseguiria me mostrar. Porque esse Deus é tão maravilhoso que na falta de um pai que não me quis, ele me deu uma mãe que fez e faz tudo por mim, ele me deu os melhores avós do mundo. Isso, é o suficiente para eu acordar todos os dias e agradecer. E jamais, e nunca mais, pensar em desistir.

Valeu outubro, por tudo. Experiências, aprendizados, sofrimentos, alegrias e tristeza. E, novembro, seja bem-vindo, sei que você vai me trazer as melhores coisas do mundo e que todas tristeza de outubro se transformará em felicidade. E não esqueçam, faça das dificuldades seu maior aprendizado.


Deixe um comentário

Novidades por e-mail