Não tem jeito! Destinos turísticos que prezam pela boa infraestrutura e além de tudo contam com áreas de natureza preservada, não escapam dos olhos de visitantes do Brasil inteiro. E quem diria que uma região com clima tropical de montanha, localizada entre São Paulo e Rio de Janeiro e conhecida principalmente pelas suas vilinhas, atrairia tantos turistas? Estamos falando de Visconde de Mauá, que reúne as vilas de Mauá, Maringá e Maromba.
Acontece que por ali há inúmeros atrativos para conhecer, além de diversas atividades para se fazer durante a viagem. Por isso, algumas listas podem facilitar a vida do turista, e desta vez tem o objetivo principal de indicar as melhores coisas para se fazer em Visconde de Mauá. Aqui, há apenas cinco opções, uma essencial para cada dia da semana. Mas o movimento não engana: cinco é até pouco comparado às riquezas encontradas na região.

Claro que o top 1 estaria relacionado a um dos mais belos atrativos, que são as cachoeiras. Conhecer a Cachoeira do Escorrega, com um tobogã natural de 30 metros, e melhor, escorregar e tomar um banho nela, torna-se uma das melhores experiências. Esta fica a 3 km acima da Vila da Maromba, e já é considerada o cartão postal da cidade. Outras quedas d’água bem conhecidas são a Poção da Maromba (7 m de profundidade) e Cachoeira Santa Clara (3 m de altura), que valem igualmente a visita.
Por este caminho da natureza, também é possível visitar o “Vale do Alcantilado”, que abrange uma sequência de nove cachoeiras. A última delas tem 50 metros de altura e se destaca pela vila de Mauá. Na verdade, a atividade aqui sugerida vai para as trilhas, que mesmo um pouco íngremes, têm cerca de um quilômetro de distância e caminho feito dentro de uma propriedade particular. Seja a Cachoeirinha, Poço da Areia, Poço das Raízes, Cachoeira do Açude, Muralha, Lajeado, Toca, Gruta do Granito ou Alcantilado, vale a pena o esforço para visitá-las.
Chegar à região e se aproximar da Vila de Maringá significa principalmente conhecer a famosa Alameda Gastronômica, a principal rua. O local tem a culinária presente em pratos caseiros e requintados, com doces e cachaças, de pinhão ou truta, e da cozinha local que é ainda mais destacada pelo evento anual chamado de Festival do Pinhão. Provar um pouco de cada uma dessas delícias pode e deve ser considerada como um “fazer” de dar gosto, digamos assim. O que leva a dica nº 4, para estender a visita na mesma vila e aproveitar os barzinhos à noite.

Aqueles que sempre viajam em busca de “algo a mais”, a fim de conhecer um pouco da história local, podem ainda ir ao encontro do “Museu Duas Rodas”, localizado no Parque das Corredeiras. Com um acervo de mais de 110 veículos antigos, a coleção começou nos anos 70 e até hoje é a mais representativa do gênero no país. Histórias e conhecimento sobre cada exposição não faltam, e as visitas podem acontecer das 9h às 17h, com ingressos no valor de até R$ 20. Para mais informação sobre restaurantes e pousadas em Visconde de Maua acesse o link do Roteiro deTurismo!

Ai gente, já sei onde vou passar minhas próximas férias, fiquei louca de vontade de conhecer cada lugar, afinal e cada um mais lindo que o outro e você, o que achou? Me conte tudo nos comentários! E se você já conhece, conte-me também! 

Um super beijo!


Deixe um comentário

Novidades por e-mail