Noite passada sonhei com você. Você que há tempos não passa por aqui, que se foi e deixou tanta saudade. Seus olhos azuis me olhavam tão fixamente que quando acordei parecia estar até tonta, sem entender ainda o que estava acontecendo. Típico de quem acorda pensando em alguém que foi tão importante, mas que se foi. 

Lembro como se fosse hoje, você vinha brincar comigo, era um menino toda mimado e chorão. Você se foi, mudou. Mais tarde voltou, crescido até. Sempre fugia dos seus olhares, não sabia porque, ou nunca quis procurar saber. Não acreditava que poderíamos dar certo nunca, você era tão novo. Mas os olhos azuis sempre me encantavam de um jeito diferente. Eu namorava, você também. Quantas brigas tive com ele por sua causa, nunca havia acontecido nada, não entendia porque do ciúme, mas ele sabia, ele enxergava, mas eu não!

Dois, três anos mais tarde nos encontramos por um acaso ou destino, em uma virada de ano. Lembro como se tudo acontecesse hoje. Parece que você trouxe sorte naquele ano, tudo de perfeito aconteceu. E você estava em todos esses momentos perfeitos. Você ligava, sempre que dava aparecia, mas ao poucos fomos mos distanciando. Você tão longe e eu aqui, você precisava ficar lá, mas eu também tinha minha vida toda aqui. E foi nesses desencontros que acabamos por perder o contato e não nos falamos mais.

Aquele moço dos olhos azuis, que sempre me encantou, que sempre esteve aqui tão perto de mim e se foi. Ele provavelmente nunca mais voltará, e se voltar não será o mesmo de antes. Os sentimentos mudaram, as nossas vidas se distanciaram. Foi preciso de muito tempo pra eu perceber o quanto o sentimento que sempre evitei era forte. Hoje, depois de alguns anos guardo tudo isso em uma caixa de recordações, e sempre que bate a saudade, vou lá, abro, olho, me recordo de todos os melhores momentos vividos com você, ainda consigo sentir seu cheiro, ouvir sua risada. Quero que tudo isso permaneça para sempre na minha caixa, que esses momentos sejam sempre lembrados e guardados como recordações que estarão presentes na minha história e que de alguma forma, espero esteja na sua também. E que a magia desse sentimento nunca acabe, e que um dia eu possa contar aos meus filhos que aquele moço dos olhos azuis foi o grande amor da minha, e que eles não façam o que eu fiz, não deixem de viver um sonho por medo, insegurança ou sequer distância, porque talvez deixem escapar um dos melhores momentos de sua vida que é compartilhar com outra pessoa um verdadeiro sentimento

E você, volte sempre em meus sonhos, adorarei encontrar com você por lá, assim, de alguma maneira, poderei sentir seu cheiro e ouvir sua risada.


Deixe um comentário

Novidades por e-mail