Ei, você! É, você mesmo, que vive perturbando meus sonhos, que sempre aparece, deixa seu perfume e vai embora sem deixar pistas de onde te encontrar. É pra você mesmo que estou escrevendo. Talvez você não saiba que sou escritora, talvez você não saiba que sinto sua falta, talvez você não se tocque que esse texto é pra você. Agora estou ouvindo a música que um dia ouvi com você, é isso mesmo, fazendo questão de me lembrar de todos aqueles momentos que você se quer se lembra! Mas sabe por que faço isso pra tentar me entender. Entender porque sou tão idiota e ainda insisto em manter esse sentimento aqui, dentro do meu coração, ou talvez na minha cabeça. Fiz tudo por nós, fiz tudo por você. Abri mão de muitas coisas, abri mão de conhecer outras histórias, me reduzi ao invés de evoluir e nem assim te esqueço. E você, sabe o que fez? Me traiu, viveu outras histórias, conheceu outras pessoas, cresceu ao meu lado, sabe porque? Você tem a certeza que sempre que voltar estarei aqui pronta pra te receber. Tem essa certeza? Eu se fosse você não teria, sabe por quê? Por que hoje eu tenho amigos de verdade, tenho família de verdade e foram eles que me mostraram o sentido da vida e valor de viver, coisa que eu achava que tinha somente com você. 

Se eu ainda te amo? Amo sim, mas um amor que consegue ver que você não me fez e jamais me fará bem. E talvez quando você perceber quem sou eu de verdade e lembrar o quanto meu amor era sincero, você se lembrará de todas as vezes que te fiz sorrir, e será tarde demais para voltar atrás.

Querem saber qual é a música? Leiam o texto ouvindo-a!

♥ 


Deixe um comentário

Novidades por e-mail