Aconteceu a mesma coisa. Como todos os dias. Para nós não é novidade incomodar os outros. Estamos acostumados, não é? Passamos por tumultos, avalanches e sei lá mais o que. Acostumamos com as brigas. Com as fofocas que ouvimos dos outros. Mas o nosso amor é maior, está preparado para enfrentar todos os problemas, enfrentar todas as brigas. Mas até quando vamos sofrer com as brigas? Até quando o nosso amor vai suportar tudo isso? Sonhamos, imaginamos um futuro juntos, criamos expectativas, damos nomes aos nossos filhos. Mas sempre tem alguém querendo destruir tudo isso. Talvez, derrubar nossa estrutura que levaram anos para serem construídos. Mas a nossa estrutura permanece firme, estável e com o mesmo amor de sempre. Criando os mesmo sonhos e construindo os mesmos castelos. Será que podemos chamar isso de amor? Senão amor, qual o nomes damos a isso? Um conjunto de sentimentos, talvez? Acredito que amor possa ser  a base de tudo, mas junto com ele existe confiança, carinho, amizade, sinceridade, compromisso e tantos outros sentimentos que aqui poderia escrever, e que ficaria, talvez,  a noite toda escrevendo. Mais um dia com problemas, mais um dia discutindo. Por que incomodamos tanto? Será que nossa felicidade é tão visível para os outros? É, temos que concordar que é visível sim! É, felicidade alheia incomoda, será por quê? Sempre me pergunto isso, ao invés de preocupar com a felicidade dos outros, porque não buscar a própria felicidade? Porque não escrever a própria historia, como nos escrevemos a nossa? Mas nosso amor e se alguém derrubar nosso alicerce, nós o construímos novamente e começamos tudo novo, de novo!


Um Comentário

  1. Lindo lindo lindo.. Vc sabe que amo seus textos neh meu amor.. Continue assim.. Texto PERFEITO!!!

    ResponderExcluir

Novidades por e-mail